Atitudes indispensáveis para ser um designer mais feliz



Você já ficou de saco cheio de trabalhar como designer? Já pensou até em largar tudo? Muitas coisas geram stress no nosso dia-a-dia. Então percebi que preciso adotar algumas "atitudes indispensáveis" para ser uma designer mais contente com o trabalho, afinal não me imagino fazendo outra coisa. Compartilho aqui e espero também conhecer as suas.</h5>

&nbsp;

<h4>1 - Posicionamento</h4>

<span style="color: #ff6600;"><em><strong>A maioria das pessoas não gosta, mas admira quando a gente se posiciona. Não vale a pena entrar no redemoinho de uma ansiedade que nem é sua, fazer seu trabalho correndo e sem vontade, vale a pena respeitar a si mesmo, porque no final é o seu trabalho que aparece com mais ou menos qualidade por causa disso.</strong></em></span>


<strong>Limites, processo, prazo, preço.</strong> Avalie seus critérios com cuidado e se posicione. Aos poucos você vai entendendo que nem todo cliente tem perfil para o seu tipo de trabalho e isso vai formando o seu posicionamento no mercado naturalmente.


<h4>2 - Auto-confiança</h4>

<span style="color: #ff6600;"><em><strong>A auto-confiança não vai acontecer sem arriscar, sem “se jogar”, sem ver as ideias bobas colocadas “pra fora" para que outras melhores venham. Sem medo. Sem orgulho bobo. Se eu for ruim, e daí? tenho muito que aprender mesmo. Se eu for boa, que bom! vamos em frente!</strong></em></span>


Confiar em si mesmo também é:

  • <li>saber que a <strong>frustração</strong> não vai te derrubar pra sempre,</li>

  • <li>que um <strong>erro</strong> pode te fazer bem,</li>

  • <li>que<strong> testar e arriscar</strong> fazem parte do crescimento e</li>

  • <li>que você <strong>vai conseguir lidar </strong>com tudo isso.</li>


Confiar em si mesmo é “prototipar” as suas ações o mais rápido possível, “validar” junto ao seu público e ir melhorando suas ideias em cada nova implementação. É assim no design e é assim na vida também. Afinal, se você não confia em si mesmo, quem vai confiar?


<h4>3 - Aprendizado contínuo</h4>