Buscar

Identidade Visual :: Iglesia Nueva Vida

Atualizado: 27 de dez. de 2021

Quando fui morar na Espanha (2015), passei a frequentar essa igreja, chamada Iglesia Nueva Vida. Ficava em Altea, próximo a Valência.


A identidade visual da igreja era herdada da instituição "Assembleia de Deus" na Espanha, ou seja, era algo parecido à logo da instituição-mãe, à qual aquela comunidade pertencia.


Porém pedi licença ao pastor para propor algo novo, tanto para a logo, quanto para a fachada, onde fizemos diversos adesivos para melhorar o visual e chamar a atenção do público externo.


Veja a transformação no vídeo abaixo:




A ideia de ilustrar a fachada como se fossem vitrais veio de uma referência que eu já tinha.... do trabalho que fizeram para a igreja à qual eu fazia parte no brasil, a PIB de Curitiba.


Meu desejo era partir do estilo vitral, mas propor algo bem alegre e inovador. Afinal é uma cidade litorânea, cheia de turistas, com sol quase o ano inteiro. A fachada tinha que representar alegria e vitalidade também.

Logo aplicamos essa identidade visual em todas as redes sociais.

Foram criados materiais de papelaria também.


E a fachada ficou incrível.

Não tão vibrante quanto essa simulação abaixo, porque erramos ao escolher adesivo translúcido, ao invés de adesivo de fundo branco.


Teria sido melhor se fosse opaco, porque protegeria também internamente dos raios solares que incidem bem ali na frente do imóvel, na parte da tarde. Por outro lado, porém, deu um pouco de visibilidade ao que se passa por dentro e por fora.



Esse foi o estilo de aplicação de marca que utilizamos para os cartazes institucionais, que ficavam do lado de fora da igreja. Difícil foi acertar no Espanhol logo de cara, mas com o tempo fui aprendendo entre acertos e enganos.


Ao longo do processo, me inseri no meio do design gráfico na Espanha, conheci fornecedores, adquiri um vocabulário novo, utilizado durante o processo, fiz contato com pessoas da área também. Nada melhor do que a experiência para gerar aprendizado, não é verdade? Por isso acredito que trabalhar como voluntária em certos casos, ainda vale a pena. Porque a recompensa não é financeira, mas é networking, é desenvolvimento de uma nova língua, é inserção em um novo mercado de trabalho... e tudo isso, não tem preço!



Gostou desse projeto?

curta aqui na página, compartilhe e deixe seu comentário!

ajuda muito.

obrigada!


Elize Garcia


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo